segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

Técnicas de Apresentação em Público (os preparativos)



Actualmente muitas são as pessoas que têm de fazer apresentações na sua empresa, na universidade, em associações e que não receberam qualquer formação para isso.

Preparar alguém para falar em público é provavelmente das coisas mais difíceis, acontecendo por vezes que o próprio formador carece de capacidades efectivas sobre esta difícil temática.

A Programação Neuro Linguística estuda e preocupa-se com todos os processos da comunicação do indivíduo e a este nível apresenta uma conduta poderosa para quem seguir os seus modelos.

A proposta que apresento é a seguinte:


PREPARATIVOS

Está prestes a falar em público?

1.A primeira orientação é que seja você mesmo pois não existe nenhuma técnica mais poderosa que a sua naturalidade.

2.Vai discursar, isto obriga a cuidar da sua gramática e vocabulário. Por vezes a simplicidade é a estratégia mais eficaz, pois não obriga a quem o ouve a fugir do seu racíocinio. Um bom vocabulário não utiliza termos pobres e vulgares, como palavrões e gírias, como também não é recomendável termos difíceis e muitas vezes incompreensíveis.

3.Quem fala têm de pronunciar bem. Preocupe-se em pronunciar bem e completamente as palavras.

4.Para manter a atenção da plateia é essencial que fale com boa intensidade. Falando muito alto, cansa-se e poderá irritar quem o ouve e falando muito baixo as pessoas podem ter dificuldade em o ouvir desistindo de o acompanhar perdendo por completo a atenção. O ideal é falar num tom adequado a cada ambiente, dependendo do tamanho da sala e do número de ouvintes.

5.Fale com uma boa velocidade. Respire correctamente e projecte bem a sua voz.

6.Fale com ritmo, dê a tonalidade de acordo com o objectivo a alcançar, desta forma consiguirá uma comunicação agradável e transmitirá congruência ao discurso.

7.Tenha uma postura correcta. Fique sempre bem posicionado.

8.Fale com emoção. O seu entusiasmo, toda a energia que dá ao seu discurso através da vibração das suas palavras confere positividade e também autoridade para interessar e envolver os seus ouvintes.

9.É fundamental que desenvolva o seu próprio estilo, que se sinta confortável e confiante consigo próprio de forma a produzir uma auto-estima fantástica.


EVITE

Mãos nos bolsos ou atrás das costas;

Cruzar os braços;

Trilhar os dedos das mãos;

Debruçar sobre a mesa, cadeira ou tribuna;

Excesso de gesticulação;

Colocar-se à frente do projector;

Apoiar-se apenas numa perna;

Movimentar-se desordenadamente de um lado para o outro da sala;

Quando estiver parado evite abrir em demasia as pernas;

Relaxar a sua postura de tronco e ombros caídos, transmite por vezes sinais de imagem negligente ou excesso de humildade;

A cabeça com excessiva regidez poderá passar uma imagem arrogante ou mesmo prepotente.


OBTENHA O SUCESSO


Ao transmitir uma fisionomia congruente com o seu discurso;

Ao distribuir o peso do seu corpo pelas duas pernas;

Ao gesticular com moderação;

Ao estabelecer um bom contacto visual com a plateia;

Ao criar uma postura amigável, utilizando o sorriso;

Ao movimentar-se quando pretende uma aproximação com a plateia, ou mesmo dar ênfase a uma determinada informação;

Ao indivizualizar os participantes;

Ao obter o seu reconhecimento;

Ao preparar a apresentação com início, meio e fim.



Brevemente apresento-lhe as dicas para a apresentação própriamente dita.

10 comentários:

  1. Acho que as ideias gerais de uma apresentação em público estão aí. Entretanto, nunca é demais dizer que quando estamos a falar em público o fundamental é a naturalidade. Tudo o que é muito ensaiado, pode transparecer artificial.
    Maria Consuêlo Cascais

    ResponderEliminar
  2. Aproveito para acrescentar que para falar em público devemos tentar (o que por vezes é complicado) conhecer o nosso público. É diferente falar para um grupo de executivos ou para um grupo de estudantes..

    Abraço
    Paulo Morais
    www.mktportugal.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. cada Publico tem sua particularidade. é sempre valido procurar conhecer as preferencias, e os interreses do publico, antes de encara-los.

      Phila Jakamynut
      Assessoria & Treinamentos

      Eliminar
  3. Para além do que já foi dito, há que não esquecer que um bom orador:

    - acredita no seu discurso e consegue transmitir isso mesmo à audiência;

    - conhece profundamente, para além do tema, a apresentação propriamente dita (suporte visual), o que lhe proporciona o à-vontade necessário para a fazer sem quaisquer preocupações para além das referidas na proposta, nomeadamente com a postura, o tom de voz, a atitude, etc.;

    - sabe que fazer uma apresentação não significa ler um texto, mesmo o do suporte visual.

    ResponderEliminar
  4. O meu muito obrigado pela vossa participação!
    A partilha ajuda-me a crescer e os vossos comentários são fantásticos.

    Maria Cascais,

    Subscrevo o que refere. Sem mantermos a nossa identidade e naturalidade dificilmente conseguimos que alguém nos ouça e nos compreenda, não é verdade?

    Paulo Morais,

    Estou completamente de acordo com o que refere. Conhecer a audiência, também me parece fundamental. Neste tópico o tema não abrange nem tem por objectivo a audiência, contudo é um acrescento importante ao tópico.

    Mª Carmo,

    Quem acredita, conhece e sabe apresentar, tem as caracteristicas necessárias para o sucesso, não é assim? Concordo com tudo o que refere.

    ResponderEliminar
  5. ótimas dicas, lembro que o melhor exercício para falar em público é..... falar em público!!!
    uso um exercício de ancoragem (PNL) com alunos de oratória que funciona muito bem.
    Resumindo, os levo a um estado de meditação com uma música bem calma e faço-os visualizar uma cena em que eles estão falando em público e no final sendo aplaudidos, e toda vez que forem falar em público lembrem-se deste exercício.
    Quem quiser me mande um email que envio uma apostila de oratória gratuitamente.

    ResponderEliminar
  6. Boas dicas! Penso que refere os aspectos mais importantes mas tudo passa, como já disseram em anteriores comentários, por uma boa preparação e pelo conhecimento efectivo do tema. O conhecimento do público-alvo é também crucial pois permite que nos adaptemos, indo assim ao encontro das suas necessidades e desejos.

    Hugo Carneiro
    http://pt.linkedin.com/pub/hugo-carneiro/1a/557/744

    ResponderEliminar
  7. Realmente focou os aspectos essenciais, mas fundamentalmente se não acreditamos no nosso discurso, é dificil ele sair com entusiasmo

    ResponderEliminar
  8. Gostei das dicas mas o que mesmo preciso são as técnicas especificas, tipo o que dizer

    ResponderEliminar
  9. Achei de muito proveito essas dicas, são de muitas ultilidades, porem hoje estou mais praticante deste exercicios, excelente dica!!!

    ResponderEliminar